Fake News e Conforto Cognitivo



4 junho, 2020
Bem estar

“Por milênios, muito do que era considerado ´notícia´ e ´fato´ nas redes sociais humanas eram narrativas sobre milagres, anjos, demônios e bruxas, com ousados repórteres dando cobertura ao vivo diretamente das mais profundas fossas do submundo. Temos zero evidência cientifica de que Eva foi tentada pela serpente, que almas dos infiéis ardem no inferno depois que morrem ou que o criador do universo não gosta quando um brâmane casa com um intocável – mas bilhões de pessoas têm acreditado nessas narrativas durante milhares de anos.” Yuval Harari

Recentemente li o livro 21 lições para o século 21, do Yuval Harari. Leitura imprescindível eu diria. Para qualquer sapiens! Uma das recomendações que ele nos dá é sobre a nossa responsabilidade por identificar e expor nossos vieses e preconceitos.

Precisamos investigar as fontes de informação que acessamos. Ele nos faz um alerta: se queremos informação confiável, devemos ter cuidado com o que chega fácil. No que diz respeito aos assuntos que nos interessam, devemos ler literatura científica sobre o tema. Além disso, ele destaca a importância de ampliarmos nossas discussões, de conversarmos com pessoas e grupos distintos dos que habitualmente nos relacionamos.

E aqui entra a minha leitura do livro Rápido e Devagar, do Kahneman, em que ele traz o conceito do conforto cognitivo. 

conforto cognitivo é caracterizado por uma sensação agradável. Ele é tanto a causa como a consequência de uma sensação agradável. De acordo Kahneman, quando estamos de bom humor, quando gostamos do que ouvimos, confiamos em nossa intuição, sentimos que a situação é familiar, tendemos a experimentar esse “conforto cognitivo”. 

Então eu me pergunto e pergunto a vocês também: quanto do alastramento das fake news pode estar associado a esse “conforto”? Um jeito de fazer as pessoas acreditarem em algo, é a repetição frequente de uma ideia ou pensamento, de acordo com o Kahneman a familiaridade não é muito distinguível da verdade.  E Horari nos diz que “Uma mentira dita uma vez continua uma mentira, mas uma mentira dita mil vezes, torna-se verdade.”

Fica a dica: o fato de algo parecer familiar ou confortável, deve ser um sinal de alerta para nós. Afinal os estudos indicam que tendemos a acreditar em algo que foi repetido com frequência, pela sensação de familiaridade, pelo “conforto cognitivo” que isso provoca.

Conversar com pessoas cuja opinião é diferente da nossa, buscar mais informações acerca de um determinado tema, beber de outras fontes de informação e conhecimento… é fundamental! Só assim poderemos ampliar nossa visão e nossos horizontes!

______________________________

Cynara Bastos é psicóloga e inspiradora de pessoas, que tem como missão promover a autoconsciência, permitindo que os seres humanos reconheçam seus dons e que possam, por meio deles, gerar riqueza intelectual, espiritual e financeira.

posts relacionados



Bem estar
Fake News e Conforto Cognitivo

“Por milênios, muito do que era considerado ´notícia´ e ´fato´ nas rede

leia mais +
Bem estar
Você me estressa!

“Tá estressado? Vai pescar!”Essa frase sempre me intrigou muito, pois semp

leia mais +
Bem estar
1º DE MAIO DE 2020, DIA DO TRABALHO....

Esse não é um texto motivacional, romântico... tão pouco pessimista ou sens

leia mais +

explore as categorias


bem-estar

autoconhecimento

Arte

amor
Quer saber de todas as novidades?
Assine nossa newsletter!
© 2020 Amadoria. Todos os direitos reservados.